Resenha: Linha Pro-Fiber Reconstruct – L’oreal Professionnel

 

Pro-Fiber Loreal

A L’Oréal Professionnel trouxe para o Brasil a novidade que promete revolucionar o mercado nacional. Resultado de 15 anos de pesquisa e com 15 patentes exclusivas da marca, a linha Pro Fiber é o primeiro tratamento de reparação capilar de longa duração que chega para atender uma das maiores exigências das mulheres: uma poderosa recuperação de fios danificados com efeito prolongado.

Tecnologia

A novidade atende pelo nome de APTYL 100 (oi? :D), primeira tecnologia capaz de fixar moléculas na fibra capilar de forma duradoura, o que resulta em um efeito de longa duração MEEEESMO. Isso porque, após o tratamento no salão ou em casa, as moléculas presentes na máscara ativadora ficam depositadas no interior da fibra capilar e são reativadas a cada uso. Assim, o resultado do tratamento é prolongado por até seis semanas.

O desempenho da tecnologia APTYL 100 se deve à combinação única de duas moléculas: o Aminosilane, composto de silício, conhecido pela sua capacidade não só de reconstruir o córtex em profundidade, mas também de reforçar a estrutura capilar; e o polímero catiônico que atua no revestimento do fio, atraindo as zonas mais danificadas do cabelo, além de cobrir sua superfície com uma película protetora, o que deixa o cabelo mais suave e sedoso.

Linha Completa

O tratamento é dividido em 3 fases:

1 – Para aqueles fios que estão danificados apenas na cutícula: Linha Rectify

2 – Para fios danificados na cutícula e no córtex: Linha Restore

3 – Para cabelos em que tanto a cutícula quanto o córtex estão MUUUITO danificados: Linha Reconstruct

Cada linha conta com Shampoo, condicionador, máscara e leave-in, todos para uso diário.

Aqui eu testei apenas a linha Reconstruct (roxa), pois meus cabelos estão avassourados :D…

Como usei

1 – Antes de aplicar o shampoo, sempre uso um shampoo infantil (tipo Johnson’s mesmo) para fazer uma pré-lavagem e tirar bem a sujeira dos fios;

2 – Apliquei o shampoo da Linha Reconstruct (roxa) e, já na primeira aplicação, senti o cabelo mais macio (fora o cheiro que é maravilhoso);

3 – Enxaguei bem e, ao invés de aplicar o condicionador, já fui direto para a máscara. Deixei agir por 5 minutos, desembaracei e enxaguei bem.

4 – Após secar o cabelo com uma toalha, apliquei o leave-in da mesma linha e sequei o cabelo com secador. Não fiz chapinha.

Minhas impressões: Fazia tempo que eu não encontrava uma linha tão boa. O cabelo fica MUUUUUITO macio e brilhante, o cheiro é maravilhoso e acho que valeu à pena o investimento. Meu cabelo tem reflexos e faço progressiva, então imaginem o estrago… Ficou sedoso e muito fácil para desembaraçar. O maior destaque para mim é a máscara e o leave-in. O shampoo é bom, mas nada que tenha me chamado muito a atenção…

Abaixo selecionei um vídeo tutorial de como funciona a linha!

Podem se jogar que vale muito!

Beijos

Coque perfeito tem truque!

sock1

Já viu aquela espuma à venda em loja de acessórios que serve para fazer o coque alto do look das celebrities? Pois é, você nem precisa dela pra preparar o seu. Nós temos uma dica que funciona e é bem mais prática no dia-a-dia. Kate Bosworth, Jennifer Lopez e Beyoncé vivem desfilando o penteado pelo red carpet, então mãos à obra e bora mudar o visual para o finde:

O que você vai precisar:

  • Uma meia (sim, você leu meia mesmo)
  • Uma tesoura
  • Grampos
  • Elástico de cabelo

Qualquer meia de algodão serve. Opte por uma que tenha a cor parecida com o seu cabelo (tudo bem se não for da cor exata), o que não dá é pra usar meia branca, que vai acabar aparecendo e ficando beeeem cafona.

1º passo: Rabo de cavalo

sock2

Corte a parte do pé da meia e separe o restante, enrolando de dentro para fora em forma de “donut”. Faça um rabo-de-cavalo bem alto e firme, prendendo a base com o elástico.

2º passo: Colocando a meia e enrolando o cabelo em volta

sock3

 

sock4

Coloque sua “meia donut” 😀 em volta da base do rabo-de-cavalo e puxe todo o cabelo pelo buraco. Em seguida, puxe o donut desde a base da cabeça até esticar inteiro, em direção ao final do rabo-de-cavalo.

Com as extremidades do rabo-de-cavalo em torno da meia, comece a enrolar. É o mesmo movimento que você fez para enrolar a meia e deixá-la em forma de donut (1º passo). Enquanto você enrola, tentar dispersar o cabelo uniformemente ao redor da meia, mas não se preocupe em cobri-la completamente. Seu cabelo vai se espalhar naturalmente enquanto você trabalha.

3º passo: Chegando até a base

sock5

Continue a enrolar lentamente a meia (junto com seu cabelo) até chegar à base do cabelo. Não esqueça de dobrar os fios soltos para baixo do “donut”. Quando você chegar na base, preencha as lacunas sem cabelo delicadamente, de forma uniforme.

4º passo: Prenda o cabelo com grampos

sock6

Arrume as pontas soltas fixando-as em torno da base. Para completar o look despojado, puxe GENTILMENTE os fios e deixe meio fofo na parte central do coque para fora.

Prontaaaaa! Pra que sair de casa sempre com a mesma cara?

sock7

A onda agora é o meio-coque!

1435244242750

Pode dar férias para os cabelos certinhos e disciplinados. Nesta temporada, a tendência é usá-­los de forma mais relaxada e moderna, no melhor estilo “acordei e saí”. O visual que reflete essa ideia é o meio coque, em que metade dos fios fica presa despretensiosamente. Com acabamento despojado e textura natural, o penteado é prático, fácil de fazer e fica bom em diversos tipos de cabelo.

A versão mais ousada traz o coque no alto alto da cabeça, mas também é possível apostar em uma opção comportada, prendendo os fios na altura das orelhas, como fizeram as blogueiras Lindsay, do Treasures and Travels, e Frida Vega Salomonsson, do Blog Lonvin.

Para aderir ao look, elástico fininho, grampos e pozinhos e sprays com cobertura seca são suficientes.  “Esse coque é uma saída para o “bad hair day”, quando o cabelo está sujo ou sem forma”, afirma o cabeleireiro e maquiador Ricardo dos Anjos. “A mulher moderna é prática e quer penteados que facilitem a vida.”

Ainda assim, deve-se tomar cuidado com o restante da produção para o visual parecer cool – e não desleixado. “A melhor forma de não parecer uma maluca é caprichar no make e no look”, diz Ricardo. De tão simples e descolado, o meio coque começa a fazer até a cabeça dos homens (que já aderiram ao coque tradicional). “Todo mundo pode usar esse cabelo e em todos os lugares. Invista sem medo”, afirma o cabeleireiro.

Para fazer o meio coque basta prender metade dos fios despretensiosamente

Para fazer o meio coque basta prender metade dos fios despretensiosamente

O penteado garante um visual moderno e descolado

O penteado garante um visual moderno e descolado

A versão mais rebelde do penteado traz o coque bem no alto alto da cabeça

A versão mais rebelde do penteado traz o coque bem no alto alto da cabeça

A versão mais rebelde do penteado traz o coque bem no alto alto da cabeça

A versão mais rebelde do penteado traz o coque bem no alto alto da cabeça

"Esse coque é uma saída para o badhairday. Mas se o cabelo estiver limpo, um bom spray seco resolve”, afirma o cabeleireiro e maquiador Ricardo dos Anjos

“Esse coque é uma saída para o badhairday. Mas se o cabelo estiver limpo, um bom spray seco resolve”, afirma o cabeleireiro e maquiador Ricardo dos Anjos

É possível apostar em uma opção mais comportada prendendo os fios um pouco mais baixo na altura das orelhas

É possível apostar em uma opção mais comportada prendendo os fios um pouco mais baixo na altura das orelhas

Sebastian Penetraitt, a salvação para cabelos detonados

Sebastian Professional Penetraitt Masque, é realmente tudo o que falam

Sebastian Professional Penetraitt Masque: a fama não é à toa, a máscara é realmente tudo o que falam

Se você é daquelas que abusam de mechas, reflexos, progressiva e outras químicas, e está à procura de um salvador da pátria para seus cabelos… relaxe… encontramos a salvação. O produto não é nenhuma novidade, existe no mercado há bastante tempo, mas aqui no blog ainda não havíamos provado.

Trata-se da PENETRAITT, da marca Sebastian (à venda em salões e no site Beleza na Web), com fórmula à base de Proteínas de Soja, Seda e Trigo que restauram e revitalizam os cabelos. Sabe aquela sensação quando você passa um creme e o cabelo desmaia? É isso… desembaraça na hora, tem um perfume ótimo e o resultado… é de cair o queixo. Cabelo soltinho, macioooooooo e cheiroso. Transforma qualquer palha de aço numa cabeleira de comercial. Fica super fácil de secar e mantém o efeito lisinho.

Existem duas formas de passar:

1. Recomendada pelo fabricante: Retire o excesso de umidade de seus cabelos lavados e aplique o tratamento, massageando delicadamente  pelo comprimento dos fios. Em seguida enxague bem para não sobrar resíduos.

2. Cabeleireiros experts: Lave os cabelos com um shampoo de limpeza profunda, enxágue e retire o excesso de umidade dos fios. Aplique a máscara em todo o comprimento e seque por uns 10 minutos com secador bem quente, para o produto penetrar nas cutículas do cabelo. Em seguida enxágue bem e retire todo o produto. Aplique um leave-in e seque como desejar. Resultado INCRÍVELLLLLL!

Para quem estiver com as pontas muito detonadas, vale usar o shampoo da mesma linha, é suave e dá uma super hidratada nos fios.

Ponto negativo: o preço… apesar de durar horrores e valer o investimento, a máscara não sai por menos de R$ 140,00.

COnjunto de shampoo e condicionador da mesma linha

Conjunto de shampoo e condicionador da mesma linha

 

Em alta: shampoos orgânicos

sejaa_background_init

Cada vez mais, empresas preocupam-se em desenvolver e produzir produtos ecologicamente corretos e menos agressivos para os cabelos. Veja as marcas que investem no segmento e os benefícios desse tipo de cosmético…

Alinhada à onda do detox e à busca do consumidor por uma vida mais saudável, a indústria de cosméticos tem investido em opções eco-friendly para substituir substâncias químicas agressivas à saúde presentes em shampoos e condicionadores tradicionais. Depois de boa parte das marcas tirar o sal de suas fórmulas, outros elementos que estão em xeque são os silicones, os ftalatos e os parabenos. A britânica Lush, a grega Korres e a norte-americana Shea Moisture, por exemplo, baseiam suas produções em ingredientes naturais e orgânicos, feitos com matéria-prima de origem controlada – isso porque dados como o tipo de solo e o período da colheita podem interferir na ativação dos nutrientes.

No Brasil, a cabeleireira Cris Dios é a responsável pela primeira linha nacional produzida com elementos orgânicos certificados pelo Ecocert. Compostos por alecrim, camomila, chá verde, erva mate, gengibre e óleos essenciais, os produtos prometem limpeza profunda e hidratação. “Os cosméticos orgânicos não são mais fracos, muito pelo contrário”, afirma Cris. “O shampoo sem espuma é a revolução na lavagem do fios. Ele tem excelente eficácia. A diferença é que, pela falta de conservantes químicos, a validade é mais curta.” Por causa da excelência da matéria-prima, os orgânicos ainda são mais caros, mas especialistas garantem que valem o investimento. Confira as opções:

Criada em Londres e presente em 48 países, a Lush é conhecida pelo ativismo e pelos produtos sustentáveis. Os cosméticos da marca são produzidos artesanalmente com ingredientes frescos e não são testados em animais. No caso dos xampus, há 25 opções, entre líquidos tradicionais e versões sólidas.

Criada em Londres e presente em 48 países, a Lush é conhecida pelo ativismo e pelos produtos sustentáveis. Os cosméticos da marca são produzidos artesanalmente com ingredientes frescos e não são testados em animais. No caso dos shampoos, há 25 opções, entre líquidos tradicionais e versões sólidas.

A marca fundada por George Korres está de volta ao Brasil. A partir deste mês, é possível comprar os produtos pelo site e pelas diversas consultoras da empresa. Os ingredientes dos xampus provêm da Grécia - seja do grande produtor de laranjas, seja o pequeno comerciante de calêndula na esquina da fábrica. Para os cabelos, existe uma lista de restrições quando se trata de componentes químicos, normalmente barrados por Lena Korres, engenheira química da empresa. Ela acredita que sempre é possível driblar o uso de substâncias nocivas, como conservantes artificiais.

A marca fundada por George Korres está de volta ao Brasil. A partir deste mês, é possível comprar os produtos pelo site e pelas diversas consultoras da empresa. Os ingredientes dos shampoos provêm da Grécia – seja do grande produtor de laranjas, seja o pequeno comerciante de calêndula na esquina da fábrica. Para os cabelos, existe uma lista de restrições quando se trata de componentes químicos, normalmente barrados por Lena Korres, engenheira química da empresa. Ela acredita que sempre é possível driblar o uso de substâncias nocivas, como conservantes artificiais.

Cris Dios é a responsável pela primeira linha de cabelos brasileira produzida artesanalmente com ingredientes orgânicos certificados pelo Ecocert. Há produtos específicos que promovem limpeza profunda. Já outros são ricos em vitaminas para nutrir os fios, com base em ingredientes como alecrim, camomila, chá verde, erva mate e gengibre e ainda óleos essenciais de capim limão e lavanda.

Cris Dios é a responsável pela primeira linha de cabelos brasileira produzida artesanalmente com ingredientes orgânicos certificados pelo Ecocert. Há produtos específicos que promovem limpeza profunda. Já outros são ricos em vitaminas para nutrir os fios, com base em ingredientes como alecrim, camomila, chá verde, erva mate e gengibre e ainda óleos essenciais de capim limão e lavanda.

É o campeão de vendas na Sephora norte-americana e na Liberty de Londres. O sucesso se deve a sua fórmula orgânica e a um componente descoberto na floresta Amazônica, o óleo de Rahua, que penetra profundamente nos fios. Além disso, os produtos da marca são processados manualmente por mulheres das tribos amazônicas Waorani, Achuar, Quichua, Quechua e Shuar.

É o campeão de vendas na Sephora norte-americana e na Liberty de Londres. O sucesso se deve a sua fórmula orgânica e a um componente descoberto na floresta Amazônica, o óleo de Rahua, que penetra profundamente nos fios. Além disso, os produtos da marca são processados manualmente por mulheres das tribos amazônicas Waorani, Achuar, Quichua, Quechua e Shuar.

A história da SheaMoisture começou em Serra Leoa, em 1912, com a venda de produtos à base de manteiga. Hoje, além do ingrediente-chave, os xampus da marca são compostos por hibiscos, óleo da Jamaica e mel.

A história da SheaMoisture começou em Serra Leoa, em 1912, com a venda de produtos à base de manteiga. Hoje, além do ingrediente-chave, os shampoos da marca são compostos por hibiscos, óleo da Jamaica e mel.

A cera de abelha de produção própria é a alternativa da Burt's Bees para substituir compostos sintéticos.  Além de ser hidratante, ela ajuda a selar o fio e a umidade dos cabelos. Há versões de xampus com camomila, aloe, romã e casca de salgueiro e manga.

A cera de abelha de produção própria é a alternativa da Burt’s Bees para substituir compostos sintéticos. Além de ser hidratante, ela ajuda a selar o fio e a umidade dos cabelos. Há versões de shampoos com camomila, aloe, romã e casca de salgueiro e manga.

Passo-a-passo: cabelos de praia

1418912610749

O cabeleireiro Walter Leal do Studio W ensina como reproduzir o efeito despojado das ondas de verão, vamos lá?

1º passo ­ Depois de lavar o cabelo, seque bem os fios. A intenção aqui é deixá­los lisos, para depois reproduzir as ondas.

1º passo: Depois de lavar o cabelo, seque bem os fios. A intenção aqui é deixá­-los lisos, para depois reproduzir as ondas.

2º passo:

Divida os fios em três partes ­ duas na parte da frente da cabeça, e uma atrás. Dessa maneira é mais fácil moldar as mechas.

3º passo ­ Separe a primeira mecha que vai receber as ondas. Aplique algum produto texturizador, com sal na fórmula. Aqui foi usado o Beach Waves, da L'Oréal.

3º passo: Separe a primeira mecha que vai receber as ondas. Aplique algum produto texturizador, com sal na fórmula. Aqui foi usado o Beach Waves, da L’Oréal.

4º passo ­ Para fazer as ondas, prefira uma prancha alisadora com espessura média. Dê uma volta com o cabelo ao redor da chapinha, e deslize por todo o comprimento dos fios.

4º passo: Para fazer as ondas, prefira uma prancha alisadora com espessura média. Dê uma volta com o cabelo ao redor da chapinha, e deslize por todo o comprimento dos fios.

5º passo ­ Para garantir o efeito praia, é importante não enrolar as pontas do cabelo. Ainda com a prancha, alise as extremidades, conquistando um estilo mais despojado e não cacheado.

5º passo: Para garantir o efeito praia, é importante não enrolar as pontas do cabelo. Ainda com a prancha, alise as extremidades, conquistando um estilo mais despojado e não cacheado.

6º passo ­ Para finalizar desfaça levemente os cachos com os dedos. Isso cria o efeito de ondas mais natural.

6º passo: Para finalizar desfaça levemente os cachos com os dedos. Isso cria o efeito de ondas mais natural.

Pronto, agora é só se jogar!

Pronto, agora é só se jogar!

 

Versões baratex de produtos heróis!

abre_2

Mil e um produtos de beleza são lançados a todo momento e, cá entre nós, nem todos cabem no bolso, né? Pensando nisso, fizemos uma listinha esperta com as versões baratex de alguns icônicos makes e produtinhos capilares.

1_1

Base líquida que vira pó no rosto

Versão $$: A famosa BareSkin, da bareMinerals, chegou com tudo no Brasil por ser líquida (novidade da marca) e ter uma textura bem sequinha que se transforma em pó ao entrar em contato com a pele. O mais bacana é que o pincel dela tem um “reservatório” nas cerdas pra espalhar melhor o produto. (R$ 137 e pincel R$ 129)
Versão $: A Liquid Powder, da Dermage, vem em uma embalagem de vidro com conta-gotas pela textura líquida. E o efeito é o mesmo: pó levinho e cobertura mate no rosto. (R$ 110)

2_2

Batom líquido mate

Versão $$: O Stay All Day, da Stila, é um batom líquido que parece gloss, mas tem efeito mate e cor suuuperintensa. Se o seu desejo é aquele vermelhão power, ó ele aqui! (R$ 100)
Versão $: O batom líquido da Quem Disse, Berenice? não decepciona nos quesitos “supercobertura, longa duração e acabamento impecável”. Ah, e não transfere nadinha! (R$ 31,90)

3_2

Paleta de sombras nude

Versão $$: Toda beauty lover conhece (e ama) a paleta Naked, da Urban Decay, né? Completinha, ela vem com 12 cores – do bege clarinho ao marrom mais intenso. (R$ 219)
Versão $: A The Nudes, da Maybelline, é bem parecida com a Naked e também tem 12 tons lindíssimos em um estojo fofito. (R$ 80)

4_2

Delineador Kajal

Versão $$: O Khol, da Guerlain, (R$ 160) tem textura cremosa e é ótimo pra fazer um liner mais grosso e preciso – até por ser bem fácil de aplicar. Se quiser um efeito mais power, é só esfumar.
Versão $: O Carbon Black, da Vult, tem pigmentação superintensa, é prático e deixa seu cat eye perfeito! (R$ 18,50)

5

Shampoo seco

Versão $$: Não deu tempo de lavar o cabelo? O xampu seco é o produtinho capilar que mais fez sucesso nos últimos tempos. A Redken lançou o Pillow Proof, que ainda dá volume e textura aos fios. (R$ 128)
Versão $: E o Batiste faz o mesmo papel! Se quiser apenas o efeito de xampu, aplique com uma distância de um palmo e meio da raiz. (R$ 25)

6

Chubby, o lápis-batom

Versão $$: O Chubby Stick, da Clinique, é sucesso total pelo efeito hidratante, praticidade da aplicação e cor intensa. (R$ 75)
Versão $: Eis a versão nacional, o Batom-Balm, da Natura! Ele tem o mesmo formatinho de lápis, tom megapigmentado, efeito de balm e ótimo de carregar no nécessaire. (R$ 32,90)

7

Óleo finalizador

Versão $$: Quem nunca se entregou ao cheirinho-delícia do óleo Moroccanoil? O produto, perfeito pra acabar com as pontinhas ressecadas, tem textura leve e o efeito é in-crí-vel. (R$ 120)
Versão $: O Extraordinário, de Elséve, é do tipo tem-que-ter. Em embalagem pump, ele pode ser usado nos fios secos ou úmidos, dá aquela dose extra de força e ainda dá brilho! (R$ 29)