Botox: perdendo o medo

female face with wrinkles on her forehead

Se, quando falam em Botox, você já imagina aquela atriz com o rosto todo repuxado… esqueça! A Toxina Botulínica (nome científico), quando aplicada em PEQUENAS DOSES, bloqueia a liberação da acetilcolina para os músculos. Calma que eu explico… traduzindo em miúdos, ela paralisa a contração muscular de regiões do rosto aonde estão as linhas de expressão. O resultado é muito sutil e natural, as linhas se tornam menos aparentes sem que a pessoa perca a expressão.

Quais os problemas? Bom… como diz o velho ditado, a diferença entre o remédio e o veneno é a dose. Se você procurar um médico “menos cauteloso”, realmente existe o risco de ficar parecendo uma caricatura e perder a expressão do rosto. Profissionais conscientes sabem fazer bem a aplicação.

Abaixo selecionamos dois vídeos para vocês:  o primeiro com uma sessão de fotos “antes e depois” da aplicação e o segundo, com a atriz Alexandra Richter e a dermatologista Sandra Nahal, falando sobre os benefícios do Botox e do preenchimento facial, confiram!

Quanto custa: cerca de R$1.500,00

Quanto dura: 6 meses, no máximo

Aonde fazer: Dermatologistas especializados ou cirurgiões plásticos renomados (para não correr riscos desnecessários).

Indicações:

Bem, eu indico os médicos que eu mesma me consulto:

Dr. Julio Morais, cirurgião plástico e professor da USP: (11) 5044-9709 / (11) 5044-9387

Dra. Mara Liz Aveiro, dermatologista: (11) 3155-5555

(clique na imagem para ampliá-la)

Botox: antes e depois da aplicação

Novo tratamento estético para o corpo

freeze

Enquanto as técnicas mais conhecidas de eliminação de celulite e reafirmação da pele acabam sendo invasivas, o Freeze chega ao mercado para ampliar as opções de tratamento, já que ele estimula o rejuvenescimento natural da pele sem danificar os tecidos.

O equipamento apresenta uma tecnologia exclusiva, capaz de reverter os efeitos do envelhecimento na pele combinando pulsos magnéticos e radiofrequência multipolar. O procedimento consiste na aplicação de glicerina seguida de massagem, feita com o auxílio da máquina. A duração do tratamento depende de uma consulta prévia, mas com cerca de 6 a 8 sessões é possível obter resultados.

Entre os maiores benefícios do Freeze estão a redução de medidas, a eliminação de celulites, o rejuvenescimento da pele (tanto facial quanto corporal), a melhora da circulação sanguínea e aumento na produção de fibras de colágeno e elastina. O tratamento é seguro, indolor e não requer período de recuperação.

A Clínica Santé já atualizou o seu portfólio de serviços e está oferecendo o tratamento.

Serviço: Clínica Santé (11) 5052-5222

Mitos e verdades: Celulite

É só chegar o verão que as matérias sobre tratamentos anti-celulite bombam nas revistas femininas! Muitas dicas ótimas, mas também muita mentirinha fácil…

Se você sofre com esse problema, saiba que a queixa é parte da rotina de nove entre dez mulheres brasileiras, de acordo com a Sociedade Brasileira de Cirurgia Dermatológica. Como os furinhos tendem a piorar com o passar da idade, quanto antes você lançar mão de alternativas para combatê-los, menos surpresas desagradáveis terá na frente do espelho nos próximos anos. Mas tenha cuidado para não cair em mitos e investir dinheiro em tratamentos que não são específicos contra a celulite. Descubra o que funciona e o que pode ser deixado de lado para deter a celulite e passe o verão com a pele mais lisinha e saudável:

 

Exercício físico: funciona

1. Exercício físico: funciona

“A celulite se forma por causa do acúmulo de líquidos e de gorduras entre as fibras elásticas de sustentação da pele”, explica a dermatologista Miriam de Oliveira, de São Paulo. Quando você pratica exercícios, principalmente aeróbicos, promove a queima de gordura e favorece a circulação, diminuindo a retenção de líquido. Isso previne celulite e ameniza o aspecto dos furinhos que já existem. 

 

 

Tratamento à laser: nem sempre

2. Tratamento à laser: nem sempre

A dermatologista Miriam explica que o laser aplicado na pele não funciona se for um tratamento mais profundo, já que a celulite é mais superficial. Já tratamentos a laser para corrigir varizes e vasinhos podem ter um efeito indireto na celulite. “Eles ajudam a melhorar a circulação, evitando o acúmulo de líquidos e o aumento de edemas que pioram a celulite”, explica a profissional. Haverá uma diminuição dos furinhos, portanto, mas não tão eficaz quanto tratamentos específicos para esse problema. 

 

 

Alimentação correta: funciona

3. Alimentação correta: funciona

O que você coloca no prato pode favorecer o acúmulo de gorduras. Por isso, evite doces, massas, frituras e outras fontes de carboidratos simples e gorduras saturadas em excesso. “O refrigerante também é prejudicial, mas por causa da alta quantidade de açúcar, e não do gás”, explica a dermatologista Luciana Macedo, diretora médica da Clinique des Arts, de São Paulo. 

Um cardápio anticelulite pede saladas, alimentos integrais, frutas e alimentos que aumentam o metabolismo, são os chamados termogênicos, como chá verde, café e condimentos. “Mas vale lembrar que mesmo essas opções termogênicas precisam de moderação no consumo para não provocar ganho excessivo de peso”, alerta Luciana.  

 

 

Produtos à base de cafeína: funcionam

4. Produtos à base de cafeína: funcionam

Segundo a fisioterapeuta dermato-funcional Lucely Lustre, do Centro de Estética Alan Landecker, em São Paulo, a cafeína estimula a queima de gordura nas células da pele e impede que elas acumulem mais gorduras que darão origem à celulite. Para acertar na escolha desses produtos, consulte um dermatologista antes de comprá-los. 

 

 

Lipoaspiração: não funciona

5. Lipoaspiração: não funciona

Esse tratamento é indicado para remodelar o corpo, mas não serve para emagrecer ou eliminar celulites. “A vantagem é que, com o contorno corporal harmonizado, é mais fácil identificar a celulite e combatê-la”, explica o cirurgião plástico Alan Landecker, da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP). 

O médico aponta outro procedimento cirúrgico que pode ser eficaz contra a celulite mais avançada (quando forma depressões na pele): a subcisão, que consiste na eliminação dos buraquinhos da pele e preenchimento do espaço deprimido com gordura do próprio corpo. “A recuperação da paciente costuma ser tranquila, mas exige cuidados especiais, como o uso de cinta compressiva por aproximadamente 30 dias”, explica o cirurgião.

 

 

Escova anti-celulite: ajuda

6. Escova anti-celulite: ajuda

Prática e eficiente, a escova anticelulite ajuda a recuperar o contorno corporal e reduzir a celulite. “Além disso, ela resgata a firmeza da pele e combate a retenção de líquidos”, afirma a fisioterapeuta dermato-funcional Taíssa Veronese, de São Paulo. Existem vários modelos diferentes que variam na forma de uso: com óleo, com a pele seca, durante o banho, entre outros. 

 

 

Ácido retinóico: funciona

7. Ácido retinóico: funciona

“O ácido retinoico tem o poder de ativar a circulação, estimular a formação de colágeno e reorganizar as fibras elásticas da pele que foram danificadas pela exposição solar”, explica Taíssa Veronese. Como resultado, a pele fica mais lisa e firme, com menos linhas e ondulações. O uso desse produto, porém, precisa ser associado a outras técnicas de combate à celulite. 

 

 

Auto-bronzeadores: disfarçam

8. Auto-bronzeadores: disfarçam

Cremes autobronzeadores não eliminam a celulite, mas ajudam a disfarçar o aspecto dela. “A tonalidade mais escura da pele deixa menos visível o problema”, afirma Lucely Lustre. Ganhar uma pele morena por causa da exposição ao sol não é recomendado, já que os raios solares podem aumentar a incidência de câncer de pele e acelerar o aparecimento de rugas. Mesmo com protetor solar, evite ficar muito tempo com o corpo exposto ao sol. 

Bigode chinês? Eu?

Temos uma novidade no mercado que promete acabar com o famoso e odiado “bigode chinês” (aquela linha que começa nas laterais do nariz e se estende até a lateral da boca). O nome da maravilha é Adipofill, criado pela Biotec Dermocosméticos… Não, nós ainda não provamos, então não temos como dizer se a novidade funciona mesmo.

A partir dos 30 anos a mulher diminui a produção de tecido adiposo, que é fundamental para manter a pele viçosa, o que provoca a flacidez facial e o aparecimento do “bigode chinês” e outras linhas de expressão. Esse novo componente funcionaria como uma cirurgia plástica, atenuando e preenchendo essa região com falta de células de gordura. Esse princípio ativo pode ser manipulado em farmácias especializadas e incorporado em cremes hidratantes e outros cosméticos para uso facial. 

O componente fundamental desse novo princípio ativo é a ornitina, aminoácido não produzido pelo organismo, que estimula a produção das gorduras de sustentação da pele. Fora isso, o elemento quando utilizado conforme orientação médica, fornece resultados que não demoram a aparecer, a partir do segundo mês de uso.

 
“A substância age como se fosse uma vacina, pois reduz a profundidade das rugas nasogenianas – do nariz até a boca -, deixando a cútis rejuvenescida e sem o temido bigode chinês”, explica Mika Yamaguchi, Farmacêutica e Consultora Técnica da Biotec Dermocosméticos.
 
Calma… não vai achando que é só correr para uma farmácia de manipulação para garantir o seu. Quem vai indicar a quantidade certa que deverá ser prescrita para você é o seu dermatologista. Isso porque um creme hidratante contendo 2% de Adipofill e aplicado durante 30 dias garante reduzir em até 12,7% as linhas de expressão da lateral do nariz, além de diminuir em 9% o aspecto rugoso e envelhecido da cútis, de acordo com a observação de especialistas.
 
Benefícios em outras regiões do corpo

Não só as mulheres que têm linhas de expressão podem ser beneficiadas com a novidade, quem sofre com flacidez e pouco volume nas regiões dos seios e dos glúteos também pode aderir ao princípio ativo e notar, nos mesmos dois meses, a melhora da elasticidade.
 
“O Adipofill é um produto tecnológico, sem contraindicações e restrições ao tipo de pele, que induz o preenchimento de células adiposas, aumentando o volume da região tratada”, afirma Paulo Kogage, esteticista e diretor da Clínica Kogake.
 
FICHA TÉCNICA

Nome do tratamento: princípio ativo Adipofill
Indicação: cútis que apresentam o bigode chinês
Benefícios: combate às rugas nasogenianas, que aparecem do nariz até a boca
Quantidade de aplicações: duas vezes ao dia, pela manhã e antes de dormir, durante dois meses
Preço médio: cremes hidratantes, géis e séruns com o princípio ativo custam entre R$ 150 e R$ 200

E então, meninas, gostaram da novidade? Mas será que funciona mesmo? Eu, como cobaia oficial do Blog, já coloquei na minha listinha de testes!

Beijos

 

Cuidado: tratamentos proibidos

Cuidado: existem diversos procedimentos estéticos proibidos pela ANVISA

Meninas,

Existem muitas clínicas de estética prometendo tratamentos milagrosos que enxugam medidas, acabam com a flacidez, eliminam a celulite e deixam a pele rejuvenescida… Muito cuidado: nem tudo que reluz é ouro. Alguns desses estabelecimentos estão usando técnicas proibidas pela ANVISA, sem eficácia comprovada e, pior, que podem causar danos às pacientes (alguns bastante graves).

Antes de fechar qualquer tratamento, você deve verificar se o procedimento que será realizado tem comprovação científica de sua eficácia e se existem casos de anomalias e efeitos colaterais indesejados. E, claro, se é permitido pela ANVISA e pelo Conselho Federal de Medicina (CFM).

Para auxiliá-las, selecionamos abaixo uma listagem de procedimentos estéticos PROIBIDOS no Brasil (verifique se aquele pacote que a clínica lhe ofereceu com um desconto báááárbaro, não está listado aqui):

Injeções de lipossoma de girassol

Facilmente encontrado em clínicas de estética, a injeção de enzimas extraídas do girassol é oferecida para mulheres que desejam perder gordura sem esforço e sem se submeter a procedimentos cirúrgicos. Quem aplica a substância garante que as injeções de lipossomas de girassol quebram a gordura,eliminando-a pela urina, sem sobrecarregar os rins e outros órgãos.

No entanto, a ANVISA não reconhece e nem registra o lipossoma de girassol como tratamento para a perda de gordura localizada. “Além de não ter nenhuma comprovação científica em relação à sua eficácia, a aplicação desse tipo de substância pode irritar e causar alergias na pele”, alerta Valcinir Bedin, dermatologista, presidente da regional de São Paulo da Sociedade Brasileira de Medicina Estética (SBME). 

Aplicação de polifenóis de alcachofra

Oferecidos na forma injetável para combater a gordura localizada, os produtos feitos com o extrato de polifenóis da alcachofra – supostamente responsáveis pela quebra de moléculas de gordura – também não são aprovados pela ANVISA. 

O órgão regulamentador determinou a suspensão, em todo o território nacional, do uso da substância para fins estéticos por não haver comprovação científica que garanta a qualidade, segurança e eficácia do produto. “Quando aplicada no corpo, a substância pode causar vermelhidão, coceiras e deixar manchas arroxeadas que não saem”, revela.

Bronzeamento artificial

Em 2009, a ANVISA proibiu o uso de câmaras de bronzeamento artificial para fins estéticos em todo o País. A medida foi motivada pelo surgimento de novos indícios de problemas de saúde relacionados à exposição excessiva às radiações ultravioleta, além da constatação de que os equipamentos não recebiam uma manutenção adequada.

“As câmaras de bronzeamento artificial não trazem benefício algum à pele. Elas possuem uma concentração de radiação ultravioleta que pode ser três vezes maior que a radiação solar, causando o envelhecimento precoce e o surgimento de tumores na epiderme”, explica Carla Albuquerque, dermatologista formada pela Faculdade de Medicina da Santa Casa de São Paulo (FCMSCSP) e especialista em Dermatologia pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD). 

Injeções de Lipostabil

O Lipostabil, nome comercial da fosfatidilcolina, medicamento injetável usado para a redução de gordura localizada, teve fabricação, distribuição e utilização proibidas pela ANVISA. 

A substância é, na verdade, um medicamento cardiológico que não apresenta eficácia comprovada e segurança quando aplicada na dissolução de gorduras do corpo. “O Lipostabil, quando aplicado na pele, pode causar reação alérgica grave, podendo chegar até mesmo a choque anafilático”, alerta Valcinir. 

Fonte: Terra

Perdendo a barriguinha

Cool Sculpting: milagroso redutor de medidas

O tratamento estético do momento, para eliminar gordurinhas localizadas (principalmente as abdominais), é o COOL SCULPTING. É um aparelho não invasivo, que não necessita internação da paciente e trabalha locais específicos, como barriga e culote, por exemplo. São poucas as clínicas que oferecem esse tratamento no Brasil, apesar de estar disponível nos EUA desde 2009.  Aqui, ele foi aprovado pela ANVISA em novembro de 2010.

Como funciona? Ele suga a pele da região a ser tratada, como um aspirador (nessa fase a paciente sente um pouco de dor), e promove um resfriamento rápido que chega a 4 graus centígrados (nessa fase, a dor desaparece). O resfriamento rápido “mata” as células de gordura e leva, mais ou menos, 2 meses para o corpo se recuperar completamente.

Para quem é indicado? Aí é que está… a paciente tem que estar com o peso CERTO, porém, ter algumas gordurinhas localizadas. Não adianta se você estiver acima do peso.

Quanto custa? O valor de cada sessão custa aproximadamente R$2.500,00

Quantas sessões são necessárias? O dermatologista vai avaliar. Uma sessão pode eliminar até 20% de gordura.

Mais informações: http://www.coolsculpting.com/

Animadas? Clique nas figuras para ampliá-las

Não à celulite! Aproveitem o inverno!

Olá meninas!

Tenho recebido muitas mensagens de mulheres interessadas em cosméticos e tratamentos anti-celulite… Agora com a chegada do inverno, estamos na época ideal para prepararmos o corpo para o próximo verão COM CALMA, investindo em ginástica, alimentação correta, cosméticos eficazes e tratamentos estéticos. Alguns tratamentos não podem ser realizados no verão, justamente por conta do sol, que deve ser evitado para não manchar a pele… então a hora é agora! Preparadas?

Primeiro vamos entender o que é a celulite e como ela se forma no nosso corpo. Segundo a doutora Kátia Lutfi, ela é causada por alterações na gordura localizada das áreas afetadas e tende a piorar com o passar da idade (argh!!!!), pois é agravada pela flacidez da pele. Segundo a dermatologista Adriana Vilarinho, os cremes e cosméticos devem conter substâncias que melhoram a circulação e a sustentação da área afetada. A indicação é sempre utilizá-los APÓS o banho ou ANTES da atividade física (se possível, utilizar nesses dois momentos todos os dias). A dica é utilizá-los quando o corpo ainda está em movimento (ou seja, não adianta passar antes de dormir).

Mas porque temos celulite? A nutricionista Flávia Cyfer destaca que as causas mais comuns são: herança genética, alterações hormonais, alergia alimentar, dieta inflamatória, sobrecarga de toxinas e excesso de peso.  Existem pessoas alérgicas a determinados tipos de alimentos (e algumas nem sabem que são), tais como glúten e lactose (todos os derivados do leite). Mesmo para aquelas que não sofrem dessa alergia, esses alimentos são inflamatórios em potencial… ou seja, podem causar a celulite na pele. O ideal é consumirmos alimentos anti-inflamatórios, antioxidantes, desintoxicantes e que visem restaurar os vasos sanguíneos, as células e os tecidos conjuntivos. Vocês podem perceber que é uma verdadeira revolução de hábitos… ou declaramos guerra de vez, ou vamos continuar com os malditos furinhos.

Outro fator importantíssimo: o consumo de água. Não pode ser qualquer líquido, o melhor é que seja água mesmo ou chá natural. Flávia Cyfer explica que o importante é garantir que a água chegue ao interior das células e permaneça lá… e, para conseguirmos isso, novamente entra a questão da alimentação correta.

Dicas da nutricionista Flávia Cyfer:

Evite: alimentos refinados como açúcar branco, pães brancos, farinha e arroz brancos (dê preferência às versões integrais). Evite também alimentos que contenham muitos aditivos, como adoçantes artificiais em excesso, refrigerante, sal em excesso e gorduras trans e saturadas.

Inclua: alimentos anti-inflamatórios como o chá verde, gengibre, linhaça, cacau e açafrão. Alimentos ricos em silício (mineral envolvido na síntese do colágeno), tais como couve, aspargo, salsinha, alho poró, pepino. Alimentos que ajudam o sistema linfático a eliminar líquidos e toxinas como melancia, lima da pérsia, capim-limão, chás diuréticos (como o hibiscus) . Inclua ainda alimentos anti-oxidantes como a acerola, o açaí e a romã.

Agora sim, vamos aos creminhos…

Selecionei aqui 3 opções de cremes que realmente auxiliam no tratamento da celulite (como disse antes, nenhum faz milagre sozinho), são eles:

  • Claffeise CI, da marca italiana ADA TINA: contém grande concentração de cafeína, que melhora bastante o aspecto “casca de laranja”;
  • Aquadestock da VICHY: contém 3% de cafeína pura e tem uma textura “gelo” que já dá uma sensação de leveza desde a primeira aplicação;
  • Retinol anti-cellulite, da marca RÓC: é o único que contém retinol, cafeína e forskolin, que aumentam a velocidade da quebra das células de gordura em 50 vezes.

Qual é o meu eleito? O Retinol anti-cellulite da RÓC… é bárbaro!

Quanto custa:

  • Claffeise CI: R$ 195,00 o frasco com 200 ml;
  • Aquadestock: R$ 110,00 o frasco tem 150 ml;
  • Retinol anti-cellulite: R$ 108,00 o frasco com 150 ml.
Aonde comprar: redes grandes de farmácias (como a Onofre em São Paulo), sites especializados na venda de dermocosméticos como o Dermexpress e o Dermadoctor ou ainda na Drogaria Iguatemi, (fica em São Paulo, mas entrega em todo o Brasil – fone: (11) 3032-8626).

Tratamentos estéticos:

Velashape: o que há de mais moderno no combate à celulite

Qual o melhor tratamento para combater a celulite com resultados visíveis? O Velashape, sem dúvida. A tecnologia reúne quatro mecanismos de ação: radiofreqüência, infravermelho, sucção e massagem mecânica,  promovendo o aquecimento das camadas mais profunda da pele e ajudando a eliminar as células de gordura. Abaixo, selecionamos um vídeo com a dermatologista Paula Bellotti, explicando detalhes desse processo e como ele auxilia para eliminarmos os tão indesejados “furinhos”.

Clique nas imagens para ampliá-las

Caffeise, da Ada Tina

Aquadestock, da Vichy

Meu eleito, o Retinol Anti-cellulite, da Róc